PALAVRA DO PRESIDENTE FUNDADOR

A NOSSA ACADEMIA

Pensei desde a minha infância de um dia poder entrar numa Academia, onde pudesse ver se reunindo as maiores autoridades intelectuais do nosso Estado e quiçá do nosso País. Esse pensamento foi se moldando na minha consciência até quando um dia, sem nunca ter adentrado no solo do saber, ver constituída, junto com uma gama de pessoas intelectuais, a criação da Academia de Ciências Contábeis do Amazonas. Foi um trabalho bastante engrandecedor, pois ali estavam reunidos o que de melhor havia na nata contábil do Estado do Amazonas. Foram vários os convidados, mas, inicialmente, somente 26 toparam a ideia e, aos oito dias do mês de dezembro de 2008, unificamos a nossa ideia e concretizamos os nossos objetivos.

Lá estavam José Corrêa de Menezes, Gaitano Laertes Pereira Antonaccio, Lucilene Florêncio Viana, Júlio Ramon Marchiore Teixeira, Nelsimar do Perpétuo Socorro Falcão Gadelha, Aldmério Riker de Castro, Ailton dos Santos Pinheiro, Marly de Souza Castro, Luiz Augusto de Carvalho Francisco Soares, Aurélio Coutinho de Almeida, Antônio Augusto de Sá Colares, Mariomar de Sales Lima, José Humberto Michiles, Sílvia Elaine Moreira, Marcos Eduardo da Costa Pimentel, Armérío Corrêa da Silva, Abe Furtado de Oliveira, Clécio Alder de Souza Castro, Flávio Andrade de Souza, Jose Valcy Paula Moraes, Leandro Euclides Parizzotto, Maria de Fátima Brito Durães, Manoel Martins do Carmo Filho, Milanez Silva de Souza, Rita de Cássia Abreu Mascarenhas e José Luiz Silva, compondo o grupo de Acadêmicos Fundadores.

A posse ocorreu no mesmo dia, no escritório do acadêmico Gaitano Antonaccio, na Rua Monsenhor Coutinho, 527, que gentilmente nos cedeu para este e outros encontros. Em abril de 2009, fizemos na Faculdade Martha Falcão a solenidade de posse dos acadêmicos, juntamente com a Diretoria eleita, para o biênio 2009-2011. Foi uma festa muito bonita com, aproximadamente, 200 convidados presentes. Na ocasião, foi mostrada à sociedade os acadêmicos com seus respectivos patronos.

Por falar em patronos, cada um procurou homenagear pessoas que se dedicaram, durante sua vida, à prática das Ciências Contábeis. Todos, indistintamente, deram suas contribuições para o engrandecimento da Contabilidade, alguns como empresários, outros como professores da nossa Universidade, sendo merecedores da homenagem. E notório que tantos outros mereciam ser homenageados como patrono, mas, neste momento, só dispúnhamos de 26 cadeiras. Acredito que as famílias dos homenageados ficaram muito gratas com o reconhecimento da Academia, pois recebemos vários agradecimentos pela lembrança.

É de se ressaltar que a Academia prestou uma homenagem àquela que foi a primeira mulher a presidir o Conselho Federal de Contabilidade, então com 62 anos de existência. Foi agraciada como Madrinha a Contadora Maria Clara Cavalcante Bugarim, que nos mandou palavras de agradecimentos, tocando no coração dos acadêmicos e de todos os presentes. Foram palavras de incentivos e congratulações pela ideia do surgimento desse templo do saber que se criava no Estado do Amazonas.

Mas, a nossa Academia necessitava completar o seu quadro de acadêmicos. O Estatuto estabeleceu 40 cadeiras e só havíamos preenchido 26. A Diretoria, em reunião, decidiu por indicação de seus fundadores, homologar, após criteriosa análise, os nomes dos Contadores Armínio Adolfo de Pontes e Sousa, Edson Theophilo Ramos Pará, Jeanne Carmen Ramos Luzeiro Figueira, José Raimundo Fernandes de Araújo, Maria Adelaide Ribeiro Cruz, Mário Jorge Gonçalves Santoro. Nelson Luiz Gomes Vieira da Rocha, Oswaldo Demósthenes Lopes Chaves Júnior. Raimundo Colares Ribeiro, Raimundo José Michiles, Rita Rocha Lima, Rosanira Bandeira Mala, Sandra Nazaré Reis Gomes e Valmir César Pozzetti. A posse dos mesmos, na qualidade de Acadêmicos Efetivos, ocorreu no mês de abril de 2010, no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, gentilmente cedido pelo seu Presidente, Conselheiro Raimundo José Michiles, que tomava posse naquele ato.

Na trajetória da Academia, já prestamos homenagens a pessoas que muito contribuíram e contribuem para o nosso Estado. Assim, homenageamos o Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Luiz Soares Vieira; o Professor da Universidade Federal do Amazonas, Wilson Alves Lopes; o Presidente do Clube dos Diretores Lojistas Ralph Baraúna Assayag; o Reitor da Universidade Federal do Amazonas, Professor Doutor Cleinaldo de Almeida Costa; o Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, Doutor Érico Xavier Desterro e Silva; e a Coordenadora do Curso de Ciências Contábeis da Universidade do Estado do Amazonas, Professora Edileuza Lobato da Cunha. São pessoas que se identificam com o crescimento e desenvolvimento da classe contábil, pela sua sensatez, como também pelo dinamismo como desempenham suas funções.

Acadêmico José Corrêa de Menezes
Fundador e 1º Presidente da ACCA