Reunião Solene Comemora os 10 Anos da ACCA, Posse de Oitos Novos Acadêmicos e a Nova Diretoria para o Biênio 2019/2020

No dia 8 de Dezembro de 2018, no Auditório do Tribunal de Contas do Amazonas, em Manaus, aconteceu a Cerimônia de Comemoração aos 10 Anos de Fundação da Academia de Ciências Contábeis do Amazonas, quando ocorreu também a Reunião Ordinária com a Posse de oito novos Acadêmicos e da nova Diretoria para o biênio 2019/2020.

Fundada em 8 de Dezembro de 2008, A ACCA tem como objetivo fomentar a cultura contábil e promover, no Estado do amazonas, o desenvolvimento científico do profissional da contabilidade. O corpo inicial da Academia contou com 26 profissionais,que receberam o título de membros fundadores.

Composta por 40 cátedras ou cadeiras, seus patronos são ilustres contadores de profissão que, com seus feitos, registraram seus nomes como professores, escritores, empresários e cientistas contábeis na história do brasil e, particularmente, na história do Estado do Amazonas. Das 40 cadeiras destinadas a membros fundadores e membros efetivos, a academia possuía, antes da solenidade, 15 cadeiras vagas, das quais 8 foram preenchidas, como resultado do processo seletivo realizado em agosto/setembro de 2018, nos termos do edital n.001/2018, publicado no doe de 27/08/2018 e no jornal a critica de 28/08/2018.

Para condução da Solenidade foram convidados para compor a mesa, o atual Presidente da ACCA, o Acadêmico, Arminio Adolfo de Pontes e Sousa; O Acadêmico idealizador e fundador da ACCA que foi eleito como primeiro Presidente para o biênio, José correa de menezes; O Presidente do Conselho Regional de Contabilidade (CRCAM), Manoel Carlos de Oliveira Jínior; O Presidente da Associação Comercial do Amazonas, Ataliba David Antonio Filho; O Presidente da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas (ALCEAR), Julio Antonio de Jorge Lopes e o Diretor de Comunicação do Sindicato de Empresas de Serviços Contábeis, das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Estado Amazonas (SESCONAM), Edson Castro dos Santos.

O Presidente da ACCA, Arminio Adolfo de Pontes e Sousa, discursou na abertura ressaltando a missão da Academia e os resultados positivos obtidos no ano de 2018. Após o discurso de abertura, foi a vez do Acadêmico, idealizador e fundador da ACCA, José Correa de Menezes, falar em nome dos dois ex-presidentes da Academia. Menezes buscou em suas lembranças os fatos que o levaram a idealizar a ACCA, as dificuldades e as conquistas iniciais, sempre com seu costumeiro bom humor.

Também houve espaço para homenagens duas ilustres personalidades. Maria Clara Cavalcante Bugarim, alagoana, Doutora em Contabilidade pela Universidade de Aveiro-Portugal, conhecida por sua determinação e por quebrar paradigmas, pois desde muito cedo vem ocupando posições de destaque nas áreas governamentais e acadêmicas, assumindo com brilhantismo cargos até então nunca ocupados por mulheres. Presidente da ABRACICON – Academia Brasileira de Ciências Contábeis. Auditora-Geral de Alagoas, técnica de controle externo do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, Diretora Financeira do Instituto de Previdência daquele Estado, dentre outros. Presidiu por duas gestões o Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas (CRCAL), presidiu a Fundação Brasileira de Contabilidade e o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), sendo merecedora de várias homenagens e condecorações por sua luta pelos direitos e garantias da classe contábil.

Infelizmente não houve como conciliar sua agenda com o evento, pois estava com viagem marcada a Cartagena, Colômbia para tomar posse como Vice-Presidente da Associação Interamericana de Contabilidade (aic). Foi representada para receber a homenagem pela Acadêmica Lucilene Florêncio Viana.

A outra homenageada foi Yara Amazônia Lins Rodrigues dos Santos, Amazonense, graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Amazonas (ufam). Destaca-se no cenário amazonense como Conselheira-Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), sendo a primeira mulher na história de 67 anos da Corte de Contas a assumir a presidência. Servidora de carreira do Tribunal, atuou como auditora titular da 1ª Câmara, como auditora-corregedora, como técnica de controle externo do TCE-AM, dentre outros.

Compromissos fora do Estado também obrigaram a homenageada a faltar à entrega da homenagem, sendo representada pelo Acadêmico José Correa de Menezes. Após as homenagens, deu-se sequência à Solenidade com a Posse dos novos Acadêmicos.

A candidata Martha Dutra Gadelha de Albuquerque, veio conduzida pela Acadêmica Maria Adelaide Ribeiro Cruz, para ocupar a Cadeira No 10, que tem como Patrono Osvaldo Alves da Silva, contador, professor universitário, que atuou como Contador Geral do Banco do Estado do Amazonas (BEA), por mais de duas décadas.

Martha Dutra Gadelha de Albuquerque é contadora, Mestre em Contabilidade e Controladoria pela UFAM. Especialista em auditoria interna e auditoria externa. Servidora efetiva da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), onde atuou como chefe da contabilidade e como contadora. Atualmente ocupa o cargo de analista legislativo com experiência em Contabilidade Aplicada ao Setor Público, foi contadora na Fundação Municipal de Turismo. Atua como membro efetivo do Conselho Fiscal da Fundação AMAZONPREV.

Já a candidata Maria do Socorro Cordeiro Siqueira veio conduzida pela Acadêmica Maria de Fátima Durães, para ocupar a Cadeira No 13 que tem como patrono Mário Sylvio Cordeiro Verçosa, advogado, desembargador, professor universitário, foi Presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).

Maria do Socorro Cordeiro Siqueira é Mestre em Contabilidade e Controladoria pela UFAM. Especialista em Auditoria Pública UFAM. Atuou como Diretora Estatutária e como Conselheira da Fundação Amazônia Sustentável (FAZ), membro do Conselho Fiscal da Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (AADES). Coordenadora da Comissão Parlamentar e Institucional do CRCAM e membro da Comissão da Mulher Contabilista do Estado do Amazonas. Membro da diretoria do SESCONAM. Atua como coordenadora de modernização e planejamento da ALE-AM.

Na sequência, foi apresentada a candidata Suani Alves dos Santos, conduzida pelo Acadêmico Raimundo Colares, destinada a ocupar a Cadeira No 16, cujo patrono é Walder Barbosa dos Reis, contador. Presidiu por três mandatos o CRCAM. Foi contador da Câmara Municipal de Manaus.

Suani Alves dos Santos é Mestre em Contabilidade e Controladoria em Organizações Públicas e Privadas, pela UFAM. Especialista em Contabilidade e Auditoria Púbica pelo Centro Integrado de Ensino Superior do Amazonas (CIESA). Especialista em Gestão Tributária Municipal pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como membro da Câmara de Normas Contábeis e de Demonstrativos Fiscais da Federação da Secretaria do Tesouro Nacional e Ministério da Fazenda. Diretora contábil da Secretaria Municipal de Finanças (SEMEF) e Conselheira-Presidente do Conselho Fiscal da MANAUSPREV. Professora universitária de pós-graduação e graduação, na área de Auditoria, Contabilidade e Previdência.

Para ocupar a Cadeira No 18, que tem como Patrono José Jorge de Melo, contador, professor universitário, fiscal de tributos da Fazenda do Estado do Amazonas, o candidato Andrey Ricardo Lima de Oliveira, foi conduzido pelo Acadêmico José Corrêa de Menezes. Andrey Ricardo Lima de Oliveira é graduado em Ciências Contábeis. MBA em Auditoria, Controladoria e Finanças. Mestrando em Administração em Gestão Contemporânea. Atuou como coordenador e auditor contábil e como conselheiro Suplente da Câmara de Desenvolvimento Profissional do CRCAM e atua como coordenador do CRCAM Jovem, como coordenador do curso de Ciências Contábeis da Escola Superior Batista do Amazonas (ESBAM). Professor de graduação - TCC, Análise de Projetos e Orçamentos, Contabilidade Pública, Auditoria, Controladoria. Professor de pós-graduação em Auditoria Fiscal e Tributária do ESBAM e palestrante.

A Cadeira No 19, que tem como Patrono Raimundo Gonçalves Nogueira, contador. Professor universitário, oficial do Exército Brasileiro, teve como candidata, Maria da Conceição Guerreiro da Silva, que foi conduzida pelo Acadêmico Marcos Eduardo Pimentel. Maria da Conceição Guerreiro da Silva é bacharel em Ciências Contábeis pelo CIESA. Especialista em Administração Financeira e Contabilidade Pública pela UFAM. Atuou como contadora geral do Estado do Amazonas, como diretora do Departamento de Contabilidade da Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas (SEFAZ-AM) e atualmente como secretária executiva do Tesouro Estadual - SEFAZ. É gestora do Sistema de Administração Financeira do Estado do Amazonas (AFI). Gestora do Portal da Transparência Fiscal do Estado do Amazonas. Conselheira titular do Conselho de Administração da Fundação AMAZONPREV.

Cadeira No 20. Patrono, Acrisio Garganta Domingues, contador, conselheiro do CRCAM. Membro sindical. A candidata Maria da Paz Nunes foi conduzida pelo Acadêmico José Luiz Silva.

Maria da Paz Nunes é bacharel em Ciências Contábeis. Mestre em Gestão Empresarial. Mestranda em Contabilidade e Auditoria Internacional. Especialista em Gestão Empresarial, Gestão de Finanças, Controladoria, Perícia e Auditoria. Atua como gerente contábil da Rede Boas Novas. Coordenadora da Comissão da Mulher Contabilista do Amazonas. Atua como docente na Escola do Servidor Público do Município de Manaus e na Faculdade Boas Novas. Foi presidente do Conselho Fiscal e do Conselho Administrativo da AMAZONASTUR e membro do Conselho Fiscal da Associação Comercial do Amazonas (ACA).

Cadeira No 22, Patrono Samuel Isaac Benchimol. Economista, professor universitário, cientista, empresário, escritor, autor de vários livros com temática amazônica. Considerado um especialista da região. O candidato foi João Augusto Vasconcelos Soares, conduzido pela Acadêmica Rita Rocha.

João Augusto Vasconcelos Soares é bacharel em Ciências Contábeis pelo CIESA. Especialista em Gestão Pública pela UFAM. Atuou como contador em empresas multinacionais e atua como gerente de contabilidade da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (HEMOAM). Responsável pela otimização de processos contábeis, pela execução das metas de acordo com o planejamento estratégico. Para ocupar a cadeira No 24. Patrono São Mateus. Evangelhista. Considerado o primeiro contador universal e Patrono Universal da Contabilidade pela sua atuação como arrendatário de tributos. o candidato foi Bruno Cordeiro Lorenzi, conduzido pela acadêmica Nelsimar Gadelha.

Bruno Cordeiro Lorenzi é bacharel em Ciências Contábeis, especialista em Gestão Pública. Foi contador no Departamento de Finanças da UFAM e do Conselho Regional de Odontologia do Estado do Amazonas (CRO-AM). É professor de contabilidade, com destaque na preparação para o exame de suficiência do CFC. Perito contábil, ocupa o cargo de contador no Ministério Público do Estado do Amazonas, onde desempenha atividades de investigações contábeis, financeiras e patrimoniais junto ao Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro.

O Presidente da ACCA, Armínio Adolfo de Pontes e Sousa deu início a Liturgia de posse, usando das atribuições estatutárias e regimentais da Academia, concedendo aos candidatos os diplomas de Membros Efetivos da Academia de Ciências Contábeis do Amazonas, além das insígnias e indumentárias de acadêmicos, autorizando-os a usá-los em respeito à Academia e em honra às cátedras de seus patronos.

Devidamente paramentados como Acadêmicos, os candidatos foram convidados a estender suas mãos direitas para o público, para que repitam o juramento proferido pela candidata Maria da Paz Nunes.

Terminado o juramento, o Novo Acadêmico João Augusto Vasconcelos Soares proferiu o discurso de posse, em nome dos demais acadêmicos ora empossados.

Devidamente empossados, os Novos Acadêmicos assinaram o Livro de Posse, assessorados pela secretária da ACCA, Adelaide Ribeiro Cruz e em seguida posaram para a foto oficial.

Já na condição de Acadêmicos, os recém-empossados puderam assistir a posse na nova Diretoria da ACCA, eleitos para o biênio 2019-2020.

Assim composta: Presidente, Armínio Adolfo de Pontes e Sousa; Secretária Geral, Maria Adelaide Ribeiro Cruz; Secretária Adjunta, Leia Pereira de Lima; Tesoureiro, José Corrêa de Menezes; Tesoureiro Adjunto, João Rezende Dantas; Diretora de Eventos, Maria de Fátima Brito Durães; Diretor de Edições, Raimundo Colares Ribeiro; Presidente Conselho Fiscal, José Luiz Silva e Membros do Conselho: Marcos Eduardo Costa Pimentel; Lucilene Florêncio Viana e Valmir César Pozzetti.

A solenidade se encerra com o Presidente da ACCA, Armínio Adolfo de Pontes e Sousa proferindo sua mensagem final, quando agradeceu a presença de todos e enalteceu os novos Acadêmicos, destacando a nova missão que os mesmos terão.

Acesse: VEJA A GALERIA DE IMAGENS DO EVENTO

Autor: Assessoria de Comunicação ACCAM

Data: 17/12/2019